GERAÇÃO JC

Revista cristã realiza encontro para jovens

A revista Geração JC, voltada ao público evangélico jovem, vai realizar um encontro nos dias 18 e 19 de julho, na sede da Igreja Evangélica Assembléia de Deus. Para isso, um grupo de profissionais foi convocado para ministrar palestras aos jovens.
O Encontro Geração JC, que é promovido todos os anos em um estado diferente. Em Roraima o evento começa nesta sexta-feira e terá como ministrador oficial da noite o pastor José Wellington Jr, filho do presidente nacional das Assembléias de Deus, José Wellington Bezerra da Costa.
As inscrições acontecem hoje, a partir das 09h e termina às 18h. Haverá almoço e lanche para os participantes. Será disponibilizado nas igrejas ônibus para buscar e levar os jovens.
Entre os temas abordados no evento estão: Comportamento: Problemas que afligem a juventude cristã, com Valquiria Andréia (São Paulo); Bíblia: Aplicação no sucesso pessoal e profissional, ministrada por William Douglas (Rio de Janeiro); O namoro e o casamento sob a ótica Cristã, por Jamiel Lopes (São Paulo); Vida espiritual e chamada ministerial, pelo pastor Silas Daniel (Rio de Janeiro).
Mais informações pelo: 3224-2630.

INTERNACIONAL
John Lennon: um fã de Jesus Cristo?

Por essa, ninguém imaginava. Mas segundo uma entrevista, que nunca chegou a ser divulgada e só revelada agora, o mais carismático dos Beatles confessou ser o maior adepto de Jesus Cristo.
A notícia é intrigante, pois todo o mundo ficou sabendo da afirmação feita por Lennon e seus companheiros, de que eles, os Beatles, eram mais populares que o filho de Deus. Na entrevista, gravada em 1969, Lennon foi questionado sobre a sua polêmica afirmação, mas defendeu-se:
Era só uma expressão. Queria dizer que me parece que hoje em dia os Beatles têm mais influência sobre os jovens do que Jesus. Mas não queria dizer que isso era bom, porque sou dos maiores fãs de Cristo. Se pudermos alterar o enfoque midiático dos Beatles para a mensagem de Cristo, então é o que queremos fazer”. Lennon foi ainda mais longe, ao sentenciar: “Se os Beatles se colocarem do lado de Cristo, que é onde sempre estivemos, então talvez as igrejas não se encham, mas haverá muitos cristãos nos salões de dança. Não me parece importante saber o que eles celebram, se Deus ou Cristo, desde que estejam conscientes dele e da sua mensagem”. John Lennon firmava que Cristo era o seu “ídolo” pelo fato de pregar a paz e o perdão. Morreu em dezembro de 1980, assassinado por Mark Chapman, em frente ao prédio onde morava, em New York. É autor das canções Imagine e God, ambas mostrando claramente a rejeição àstodas as formas de religião, inclusive o Cristianismo.
Fonte: Gospel + (www.gospelmais.com.br)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s