LÁZARO EM BOA VISTA

“Apenas uma palavra mudou a minha vida”, afirmou o cantor



Josemária Souza

josy03@bol.com.br



O Estádio Ribeirão nunca esteve tão lotado para prestigiar um músico evangélico. Durante o show, Lázaro levou animou o público com músicas em ritmo de axé e reggae e emocionou os presentes com canções de adoração, além de testemunhar sua fé e criticar condutas superficiais de algumas igrejas.

Eu tinha uma vontade sincera de buscar a Deus, mas, sempre que procurava uma bênção eu tinha que dar alguma coisa em troca, dinheiro ou alguma outra coisa. Foi aí que eu busquei Deus face a face e Ele me disse claramente que o que Ele queria era um relacionamento de Pai e filho comigo, isso era o mais importante”, destacou o cantor.

Em seu testemunho, Lázaro compartilhou alguns marcos importantes em sua vida como o sucesso na banda da Olodum, o envolvimento com drogas, abandono e fome. De tudo o que passou, ele destaca a mudança interior, fato que considera o mais importante durante a sua trajetória.

Nem dinheiro, nem macumba. Apenas uma palavra mudou a minha vida. Quando me dei conta de que apenas Deus poderia me dá alegria e paz verdadeira, isso sim fez toda a diferença”, destacou o cantor.




NOTA 10 AO ARTISTA…


Não se pode negar que Lázaro é hoje um grande nome da música evangélica. Seu testemunho impacta vidas e seu carisma atrai multidões. E isso, não só na opinião dos evangélicos, mas também aqueles que não são. Realmente, uma das poucas referências de artista evangélico nos dias de hoje.



…NOTA ZERO AOS ORGANIZADORES…


O show do cantor em Boa Vista foi um sucesso apesar dos produtores do evento não terem respeito com a imprensa local, impedindo o acesso de jornalistas ao palco para fotografar e gravar imagens.

Destacamos aqui a irritabilidade de alguns integrantes da equipe da “A Grande colheita” com a presença de jornalistas roraimenses. Um deles, identificado apenas como Jackson, impediu o acesso ao palco de fotógrafos e repórteres que portavam suas credenciais, além de uma pulseira que identificava os jornalistas que cobriam o evento. Ressalte-se que esta não foi a primeira vez que fatos assim ocorram em shows promovidos pelo Grupo.



RESSALVAS

Por outro lado, seria injusto deixar de salientar a presteza do jovem identificado como Sidineri do Carmo, também integrante da organização do evento, que diferente do tal ‘Jackson’, aquele tentava contribuir com o trabalho dos jornalistas. Destacamos também a boa vontade e apoio do Vander Clay Bittar, que sempre acreditou no trabalho da imprensa e desde o início demonstrou presteza aos veículos de comunicação. Esperamos que em outros eventos, a equipe da “A Grande Colheita”, tanto gerenciada em RR quanto no Amazonas, entenda a importância do trabalho da imprensa na divulgação e apoio aos eventos evangélicos. Pois não se trata de ‘tietes’ e sim de profissionais. (J.S.)

MARDEN





Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s