20 DIAS NA AFRICA DO SUL – Jornalista e missionária brasileira conta sua experiência na sede da Copa 2010

Mas, como está escrito: nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam.” I Coríntios 02:09

Por Josemária Souza (josasilvasouza@hotmail.com)

Cape Town – África do Sul – O sonho se tornou realidade e já são vinte dias na África do Sul. Muitas

Josemária Souza entre crianças sul-africanas: um desafio sem igual

atividades, muitos desafios. Portas se abrem em escolas, presídios, centros comunitários e de esportes. Igrejas apóiam o trabalho de brasileiros que se dispuseram a dedicar um tempo de suas vidas para dar de si mesmo a pessoas que historicamente apenas experimentaram de estrangeiros a ganância, que levou daqui durante muitos anos o suor dos melhores e mais fortes filhos da África.

Carinho, muito carinho é o que recebemos por todos os lugares que passamos. Olhares curiosos. Os mais ousados questionam e comentam: “O que vocês fazem aqui? Vieram ver os jogos da Copa do Mundo? A seleção brasileira é a melhor e estamos torcendo para que o Brasil seja campeão”, dizem eles.

Nossa resposta não poderia ser outra: “Essa também é a nossa torcida, mas, estamos aqui, não para ver os jogos, mas, pra dizer a você que Jesus lhe ama e quer mudar a sua vida e transformar sua história!”. Você pode imaginar a reação das pessoas?

Quero compartilhar com você sobre Khayelitsha. Uma favela de Cape Town, onde vivem cerca de dois milhões de pessoas e 70% dos jovens não tem emprego. Isso mesmo, 70% dos jovens não tem de onde tirar seu sustento.

O futebol é uma das principais estratégias usados pelos missionários do Desafio África

Eu não sei porque isso está acontecendo em nosso país, mas, a situação piora a cada dia. Também não sei como conseguimos sobreviver dia após dia”, comentou um treinador de futebol sul-africano, que nos levou até um lugar bem alto para sabermos a dimensão de Khayelitsha.

Não sei você, mas, eu gosto muito de dados estatísticos. Eles escancaram, quando conveniente, o retrato de uma sociedade e na maioria das vezes mascaram a realidade de um país. Você pode entender isso?

Milhares de jovens ociosos, alguns sem casa, sem comida, sem dinheiro para pegar uma condução e continuar seus estudos, sem esperança. Inúmeras crianças vendidas diariamente pelos próprios pais como pagamento de dívidas para serem exploradas sexualmente na própria África ou em outros países. Você pode, assim como eu, ter compaixão dessa realidade?

Quero convidar você a voltar seus olhos para a África do Sul e ver além de um país com uma cultura exótica que sediará, nas próximas semanas, um dos maiores eventos do futebol mundial.

Além de ver um bom futebol e se alegrar com os jogos da seleção brasileira, aproveite a oportunidade para estar mais perto desse país. Dobre os seus joelhos e clame ao Deus que pode mudar qualquer realidade.

Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter os seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua TerraII Crônicas 07: 14

Sinta-se participante dessa obra!

Motivos de oração:

-Pelo povo sul-africano;

-Pelo preconceito que há entre negros e brancos;

-Para que a Copa do Mundo seja impactante na vida dos sul-africanos e que a Igreja aproveite cada oportunidade para abençoar esse povo;

-Pela população de Khayelitsha;

-Pelas crianças sul-africanas;

-Pelos 15 voluntários brasileiros que estão na África do Sul e pela segunda equipe de 185 voluntários que chegará ao início do próximo mês.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s