‘NON ECSISTE!’ – Campanha ateísta em transportes públicos chega ao Brasil

Daniel Sottomaior, presidente da Atea e principal mentor da campanha ateísta no Brasil

Para combater (ao menos tentar) o avanço cristão no mundo, organizações ateístas iniciaram um verdadeiro bombardeio por meio de campanhas publicitárias veiculadas em transportes públicos. A balbúrdia já chegou ao Brasil e, como é de se esperar, os efeitos não foram assim tão assustadores.

As referidas propagandas trazem frases de efeito, do tipo “Religião não define caráter” e “Somos todos ateus…com os deuses dos outros”. No Brasil, as campanhas são gerenciadas pela Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (Atea), encabeçada pelo instigante Daniel Sottomaior.

As primeiras cidades a receberem as campanhas foram Salvador e Porto Alegre. Em São Paulo, a Prefeitura assinou contrato de veiculação das mensagens, porém voltou atrás após conhecer o conteúdo. A alegação dada foi que propagandas com temas religiosos são proibidas.

“Vamos entrar com uma ação judicial, pois já havia um contrato pré-determinado”, explicou Daniel.

O investimento, de acordo com a Atea, é de aproximadamente R$ 10 mil, para que a campanha funcione. Esse valor é oriundo de doações e recursos da própria organização, além de um montante investido por um doador desconhecido.

 

Alguns dos cartazes espalhados em ônibus de algumas cidades do país

A campanha no mundo

 

No letreiro, ao fundo, diz: "Provavelmente, Deus não existe. Pare de se preocupar e curta a vida"

Toda essa bandalheira se iniciou em 2009, no Reino Unido. Nos EUA e na Espanha, a iniciativa deu certo, provocando grande polêmica. Claro, era o que os ateus já esperavam. Na Itália, a veiculação foi proibida. E na Austrália, a companhia responsável por anúncios em ônibus se recusou a exibi-los.

Em todo o mundo, a campanha principal trazia o mesmo texto: “Provavelmente, Deus não existe. Pare de se preocupar e curta a vida”. No Brasil, a campanha está prevista para acontecer por durante um mês inteiro, justamente na ocasião em que se comemora o Natal (o nascimento de Jesus Cristo).

“É possível que a campanha seja estendida por mais tempo. Porém, isso só será possível se recebermos mais doações”, disse o presidente da Atea.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s