Arquivo da categoria: Política

EVANGÉLICOS NA POLÍTICA. VOCÊ CONCORDA?

No programa Universo Gospel de hoje (30), na web-rádio Tô na Rocha (ouça), queremos saber sua opinião a respeito de evangélicos envolvidos na política. É lícito? É correto? É adequado? Quais os fatores bíblicos que impediriam um evangélico, ministro religioso ou não, a assumir um cargo público eletivo? Você concorda em ser representando por um evangélico na Câmara Municipal, na Prefeitura, na Câmara Federal ou Senado? Participe aqui, dando a sua opinião!

Anúncios

Dilma ‘bate martelo’ e determina suspensão de Kit Gay

Leia matéria principal

Após ver um dos vídeos divulgados no polêmico Kit Gay (distribuído pelo MEC nas escolas), a presidenta Dilma Rousseff repudiou o material e determinou sua suspensão imediata. Sua alegação (plausível às vistas do bom senso) foi de que o Governo não pode legislar em favor de determinados grupos, e sim promover o respeito a quem quer que seja.

Dilma Rousseff: “Não haverá autorização para esse tipo de política de defesa de A, B ou C”

“O governo defende a educação e a luta contra práticas homofóbicas, no entanto, não vai ser permitido a nenhum órgão do governo fazer propaganda de opções sexuais, nem podemos interferir na vida privada das pessoas. O governo pode, sim, ensinar que é necessário respeitar a diferença e que você não pode exercer práticas violentas contra os diferentes”, disse a presidenta.

A medida foi aplaudida, com toda a certeza, não só pela a bancada cristã (que inclui tanto católicos quanto evangélicos) na Câmara e no Senado, mas também por todos aqueles que prezam pelos bons costumes. Foi uma vitória, de certa forma, e nossos representantes políticos devem continuar trabalhando.

O próximo passo é lutar para que o Projeto de Lei Complementar 122/2006 (ou simplesmente PL 122) seja banido. Que haja respeito entre todos os seres humanos, independente de religião, orientação sexual, ideologia política, etc. e que toda forma de violência contra todo ser vivo seja punida.

Agora, promover uma ideologia em detrimento de outras, ah, isso sim deve ser combatido com toda a certeza.

Bancada cristã quer a ‘cabeça’ de Haddad em ‘um prato’

O ministro da Educação Fernando Haddad ganhou repúdio por parte de evangélicos e católicos graças ao apoio dele ao polêmico “Kit-Gay”

Ainda falando sobre Kit Gay, a bancada cristã na Câmara e no Senado quer a demissão imediata do ministro da Educação Fernando Haddad. Isso porque, para os referidos parlamentares, o ministro agiu de forma irresponsável ao aprovar o famigerado kit ‘anti-homofobia’.

Rolou até a idéia de a bancada pressionar a convocação do ministro da Casa Civil Antônio Palocci, para se explicar de suas recentes acusações de enriquecimento ‘milagroso’, caso Haddad não fosse substituído.

No páreo, estão os deputados Anthony Garotinho (PSB-RJ), Lincoln Portela (PR-MG) e o senador Magno Malta (PR-ES), que ameaçam inclusive a ‘peitar’ o Governo se ações semelhantes ao Kit Gay forem aprovadas.

Ou seja: o clima de insatisfação é enorme e pode resultar sim, na demissão do ministro. E não somente por causa do KIT Gay. Basta olhar a situação da educação no país e comprovar que, nos oito anos de Governo Lula e agora nos últimos cinco meses do Governo Dilma, pouca coisa foi feita. Cabe à presidenta analisar os pormenores e continuar se pautando pela ética e pelos bons costumes.

Leia matéria principal

Vereador apresenta projeto para regulamentar fluxo de veículos

Rosival Freitas: “Este é um projeto voltado para garantir a fluidez do trânsito e a segurança de todos envolvidos nele”

O vereador e pastor Rosival Freitas (PSC) apresentou um projeto de lei que regulamenta as operações de carga e descarga dentro do perímetro urbano de Boa Vista. O objetivo é organizar o trânsito na capital, evitando situações de congestionamento e até possíveis acidentes causados pela presença de veículos de grande porte nas ruas da cidade.

Rosival destacou que projetos semelhantes já vigoram em outras cidades brasileiras proporcionando mais conforto aos motoristas e evitando os transtornos causados pela parada de veículos de carga em locais de grande circulação.

Este é um projeto voltado para garantir a fluidez do trânsito e a segurança de todos envolvidos nele. Com o aumento do número de estabelecimentos comerciais em Boa Vista, estamos percebendo que também aumentou o fluxo de veículos pesados no perímetro urbano da capital. Esses veículos causam imenso transtorno quando estacionam em ruas centrais, que são menores e mais movimentadas, para fazerem a carga ou descarga de mercadorias”, explicou o vereador.

No projeto de lei, as operações de cargas e descarga de mercadorias feitas na vias públicas da capital, terão que atender a novos horários, resguardando os períodos de pico do trânsito para evitar o congestionamento das vias.

A lei determina que a carga e descarga seja executada, no intervalo das 18h às 7h, de segunda a sexta. Já aos sábados, a operação poderá ser realizada no período de 13h às 22h.

São horários em que o fluxo de veículos é menor o que facilita a atividade também das pessoas que operam esses veículos pesados e fazem o serviço de carga e descarga, sem gerar qualquer problema com a obstrução das vias”, afirmou o vereador Rosival.

A fiscalização para o cumprimento destas medidas ficará à cargo da Secretaria Municipal de Segurança Urbana e Trânsito. Os proprietários dos estabelecimentos comerciais que atuarem em desacordo com o estabelecido no projeto, estarão sujeitos à penalidades que variam de advertência a multa no valor de 50 mil URFMBV (Unidade de Referência Fiscal do Município de Boa Vista), o que equivale a R$ 85 mi.

O projeto já foi encaminhado para a presidência da casa e deve entrar na pauta de votação até o final de abril. Após a aprovação pelos vereadores, o projeto seguirá para a apreciação do prefeito. Estão sujeitas às restrições de horário dispostas no projeto, as operações de carga e descarga realizadas nas seguintes vias públicas:

I – Avenida Jaime Brasil: entre a Avenida Getúlio Vargas e Rua Floriano Peixoto

II – Rua Bento Brasil: entre a Rua Inácio Lopes de Magalhães e José Magalhães

III – Rua Adolfo Brasil: entre a Rua Inácio Lopes de Magalhães e José Magalhães

IV – Avenida Getúlio Vargas: entre a Rua Inácio Lopes de Magalhães e Avenida João Pereira de Melo

V – Avenida João Pereira de Melo: entre a Avenida Getúlio Vargas e Bento Brasil

Colaboração: Janini Marques